Publicado por: R. Bezerra | 12/03/2009

Música nova do velho continente…

É incrível como a geração da qual faço parte é tão dependente dos yankees. Quando o assunto é música então nem se fala, já perdi a conta das vezes que perguntei aos meus amigos se eles conhecem “tal banda” e a resposta vem à seco:

– Não. Eles têm clip na MTV???

Agora me explica: Por que raios alguma banda precisa ter clipe passando no top 10 ou no lab pra poder ser considerada boa? Quando era mais novo sempre discordei do meu pai que insistia em me dizer que o já referido canal de televisão tinha apenas como objetivo me deixar viciado em cultura americana. Tanta coisa pra ver lá fora e a “maldita caixinha preta” (nome carinhoso que o meu velho deu pra TV XD) direcionando meus olhos pro bendito – ou não – do Tio Sam. Anos mais tarde com o surgimento do “movimento emo” me desliguei mais da MTV, mas não dava pra ficar sem consumir boa música nova e então um dia desses aí que passam despercebidos estava zappeando e parei na RTP. Tinha uma moça com o violão resolvi parar 10 segundos – num ia me perdoar nunca se tivesse seguido em frente – e percebi que a música da garota era boa…  seu nome???

Sara Tavares

sara tavares

Com boas melodias e letras melhores ainda, fica difícil saber como Sara Tavares ainda não é conhecida no Brasil. Tirando a música dela que colocaram em uma novela das seis, Sara não é conhecida em nosso país. Mais detalhes sobre a vida da moça você encontra no pai-dos-burros “mudernu”.

Apresentação Ao vivo em Lisboa

Tryo

Formada por três  guitarristas franceses e um percussionista latino-americano Tryo é uma daquelas banda que fazem a música de um jeito que fica difícil classificar em algum dos ritmos que nós escutamos com mais frequência. Boa parte do pessoal que escuta – incluindo a mim –  diz que o som deles é reggae , outros dizem que é qualquer coisa menos reggae. Escutem e tirem as suas próprias conclusões:

TRUE STORY :  Achei o Tryo muuuuuito sem querer. Fiz um busca pela palavra “Ska” no Emule e a primeira música que foi retornada foi “Con Par Raison”. O curioso é que de ska a música num tinha nada… Seria uma armação do destino? sei não, mas depois dessa, Tryo se tornou uma das bandas que eu mais escuto.

Tryo

O vídeo a seguir pode parecer grande, mas vale a pena ser assistido até o final, eles fazem uma espécie de “Banda Vocal” que como diria o Ratinho “É coideloko”…

La Rue Kétanou

Uma das últimas bandas de que eu tomei conhecimento. Também francesa “La rue” tem um som bem parecido com o do Tryo, o diferencial fica na sonoridade bem mais européia, com o acordeon bem mais presente do que nas músicas do Tryo.

La Rue KétanouFiquei conhecendo-os através do Last.fm que também é um ótimo local pra se conhecer coisa nova, ou redescobrir coisas antigas.

Afaste a cadeira do PC e pode pular à vontade:

Estas são as minha dicas. Se você conhecer outras bandas parecidas com essas – ou não =) – Deixe a sua dica nos comentários.

Anúncios

Responses

  1. Repito os outros comentários: concordo, concordo e concordo.. um programa que seeempre assisto na maravilhosa TVBrasil e que sempre mostram músicos bons assim, que não entram na maldita “mídia” de massa, é o Almanaque Brasil ! Dá pra conhecer muita coisa boa por lá !
    Abraço a todos e ótimas dicas, Renan! ;*

  2. OPTIMAS AS FOTOS
    ES MUITO LINDA E GRANDE PROFISSIONAL

  3. A MTV é uma fábrica de modinha e de uma sociedade cega…
    Todos escutam Katy Perry e Paramore só pelo fato de seus clipes estarem presentes na emissora e pelo fato de TODOS os seus amigos escutarem também.
    Ninguem liga mais para a boa música, mas sim para a música escutada por todos.
    As pessoas escutam Mc Créu (Só pra não citar o Nx Zero, senão vai ter gente que vai querer minha cabeça… ^^) não pelo fato de sua música soar bem, mas sim porque todos a escutam, mesmo sabendo que ela é uma porcaria e muito pobre em conteúdo.

    Isso não se restringe apenas a MTV, mas a todas as emissoras, criar uma espécie de “padrão” para as pessoas: TODOS devem escutar e gostar das músicas passadas nelas, caso contrário serão tidos como loucos. Todos devem seguir o padrão pré-estabelecido, caso contrário serão denominados antí-sociais, e por aí vaí…

    Enfim…
    Muito bom este post meu véio…

  4. Concordo com o dito acima 😀

    Olha, gostava da época em que Teatro Mágico era realmente só para raros, por exemplo. Conheço uma banda, talvez a mais underground do meu repertório, que se chama Die Mannequin. Mas provavelmente você deve conhecer, se tiver ‘clipe na MTV’. Não assisto MTV. Não que seja um ato de revolução, seria muita hipocrisia, mas por não pegar o sinal aqui na Tv 😀

    Mas devo acrescentar que não sou muito ligada na moda musical. Enquanto todo mundo já cansava de ouvir Paramore, daí que fui me ligar e ouvir Misery Business. Quando nem mesmo os emos aguentavam mais o choro do Fresno, é que fui ouvir Quebre as Correntes e assim vai.

    Enfim!
    Retrubuindo o comentário 😉


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: